A vez da pecuária 4.0 - Siltomac

Fique por dentro das novidades da Siltomac

A vez da pecuária 4.0

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019

Sabemos que hoje as inovações digitais alcançam o mundo inteiro. Setores mais tradicionais estão aprendendo esse conceito. E nele está inserido a nossa pecuária, que vive em constante transformação. Até há uma década, o pecuarista precisava coletar dados no campo e, para isso, usava folhas de cadernos, que se perdiam. Quem nunca ouviu o ditado “o olho do dono engorda o gado”? No passado recente, o pecuarista precisava passar os olhos nos pastos até duas vezes ao dia para saber se os animais estavam saudáveis e todas as demais condições se encontravam favoráveis para que o boi engordasse no menor espaço de tempo possível. Esse cenário já é praticamente inimaginável para muitos pecuaristas, que atualmente contam com um vasto arsenal tecnológico voltado à otimização de sua produção e com a chegada da pecuária 4.0.

Um dos resultados dessa mudança é que os pecuaristas estão cada vez mais conectados, investindo inclusive em tendências tecnológicas em suas propriedades. Quer um exemplo? O uso dos brincos e colares eletrônicos é hoje uma ferramenta indispensável no gerenciamento das fazendas. Quando imaginaríamos que uma solução tão simples seria indispensável para o bom gerenciamento das fazendas? Agora, imagine só o que automação de processos, inteligência artificial, robótica, big data, nanotecnologia, genômica, entre outras tecnologias, poderão fazer por nós em curto e longo prazo?

Em nossos dias, são notáveis os benefícios que os pecuaristas estão recebendo quando apostam em inovação – tanto no âmbito de tecnologias de monitoramento e rastreabilidade como em saúde animal. Os números do mercado podem ilustrar bem isso: algumas estimativas apontam que o VBP (valor bruto da produção) da pecuária deve crescer mais de 7% em 2019, chegando a mais de R$ 200 bilhões.

Observamos que todas essas mudanças chegam em um momento em que a necessidade por alimentos só tende a crescer em todo o mundo: segundo dados da ONU (Organização das Nações Unidas), até 2050, a demanda mundial por alimentos deve aumentar 70%, principalmente em relação às fontes de proteína animal. Quem estiver preparado para fazer a gestão da sua propriedade de maneira simultânea, usando a tecnologia a seu favor, sairá à frente de um setor que deve ter um aumento de milhões de toneladas anuais no consumo de carne no mercado interno e maior demanda ainda do mercado externo.

Por isso acreditamos que o foco do mercado e principalmente do produto deva ser investir no uso da tecnologia para melhorar a saúde, desempenho e o bem-estar dos animais. Algumas outras estratégias, como automação de processos, instalações mais funcionais e técnicas de manejo – que garantam, sobretudo, o bem-estar animal – não devem ser esquecidos, já que caminham lado a lado com a pecuária de precisão, que, por sua vez, é fundamental para que o mercado ofereça produtos com cada vez mais qualidade aos consumidores.

Vale ainda mencionar que o sistema de confinamento se adaptou melhor após a tecnologia de gestão. O controle preciso dos dados reduziu os riscos da operação, otimizou a rotina de trabalho e aumentou a eficiência dos processos.

Não podemos esquecer a importância da gestão de equipe nesse processo. Precisamos ter colaboradores que acreditem no propósito do grupo, da empresa ou da fazenda e na importância que essas ferramentas têm para a melhoria dos processos. O time precisa saber gerenciar os dados gerados por esses recursos e, acima de tudo, estar capacitado para a tomada de decisão estratégica.

O que vemos, de fato, é que a pe­cu­á­ria 4.0 che­gou pa­ra fi­car. Não estamos fa­lan­do de “vir­tu­a­li­da­des” que não ma­te­ri­a­li­zam re­sul­ta­dos, e sim de tec­no­lo­gi­as fá­ceis de ope­rar e aces­sí­veis fi­nan­cei­ra­men­te para os pe­que­nos, mé­di­os e gran­des pecuaristas.

A indústria da pecuária, seja de leite, seja de corte, está caminhando para o modelo de produção que confere mais eficiência às operações. Quando o pecuarista tem em suas mãos softwares e equipamentos modernos de controle de gado, que oferecem dados e margem de segurança na hora da tomada de decisões, com foco na eficiência e na rentabilidade do negócio, sem dúvida, garante o seu futuro na atividade e a disposição de alimentos (proteína) de qualidade a custo acessível, seja leite ou carne.
 


Fonte: Dinheiro Rural (website)

Link: Clique aqui

Cadastre-se
 em nossa newsletter

Cadastrando-se, você receberá, em seu e-mail, informação sobre nossos lançamentos, ofertas e promoções.



Siltomac © 2019 - siltomac.com.br - Todos direitos reservados.
+55 (16) 3363.9999 | vendas@siltomac.com.br